Tempo
|
A+ / A-

Rosária Jorge: "A Operação Nariz Vermelho trabalha o lado saudável das crianças hospitalizadas"

04 abr, 2022 - 12:00 • Núria Melo

A Operação Nariz Vermelho visita mais de uma centena de serviços pediátricos em 17 hospitais de todo o país. A diretora-executiva apela à consignação de 0,5% do IRS dos Portugueses.

A+ / A-

“Envolver, Agradecer e Celebrar” é sob este mote que a Operação Nariz Vermelho se rege há quase 20 anos. Com missões em 17 hospitais, "a Operação Nariz Vermelho trabalha o lado saudável das crianças hospitalizadas", refere diretora-executiva, Rosária Jorge.

Em entrevista à Renascença, Rosária Jorge explica que as ações são desempenhadas por artistas profissionais. "Os Doutores Palhaços têm formação quer nas artes, quer em ambiente hospitalar", conta.

As visitas dos artistas são semanais e Rosário Jorge lembra que "os profissionais de saúde trabalham com as crianças no sentido de tratar e abordar a doença. O nosso trabalho é despertar a capacidade que todas as crianças têm de brincar".

Em ambiente hospital "os mais novos acabam por vezes por perder essa capacidade de brincar" e a missão da Operação Nariz Vermelho é "despertar a parte da brincadeira em crianças hospitalizadas".

Entre Braga, Porto, Coimbra, Lisboa, Almada e Barreiro, a Operação Nariz Vermelho espera conseguir expandir a área de intervenção a mais regiões, incluindo Madeira e Açores.

Para isso a Operação Nariz Vermelho "pede o apoio de todos através da consignação de 0,5% do IRS".

Um estudo da GFK revela que 43% dos contribuintes portugueses não consigna o IRS. Rosária Jorge reforça que "é simples, em vez de ir todo o dinheiro para os cofres do estado 0,5% é doado à nossa missão".

Para a Operação Nariz Vermelho esta é já uma fonte de rendimento que representa atualmente quase um terço do orçamento anual.

“Consignar o IRS é um direito. É uma possibilidade de escolher uma missão a apoiar, que não tem nenhum custo associado para o contribuinte", esclarece a diretora-executiva.

Rosária Jorge acrescenta que "para isso basta colocar no campo adequado o contribuinte da Operação Nariz Vermelho: 506 133 729".

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.

Destaques V+