Tempo
|
A+ / A-

​Hospital de São João com mais de 200 funcionários infetados com Covid-19

18 mai, 2022 - 10:52 • Henrique Cunha , Cristina Nascimento

Diretor das urgências pede medidas para aliviar pressão nos serviços hospitalares, nomeadamente, acesso generalizado a testes de diagnóstico.

A+ / A-

O Hospital de São João, no Porto, tem mais de 200 funcionários infetados com Covid-19. O número é avançado pelo diretor da urgência e medicina intensiva da unidade hospitalar.

“Temos um grande número de profissionais infetados, neste momento são mais de 200. Na verdade, neste momento, temos mais profissionais infetados do que tivemos nas outras vagas”, diz Nélson Pereira, atribuindo a situação à “generalização da retirada das medidas de proteção”.

O médico reconhece ainda que a unidade está outra vez em situação de pressão e que nos próximos dias será tomada uma decisão sobre se vai ou não diminuir a atividade programada, como previsto no nível 3 do plano de contingência.

“Não foi efetivamente ativado [o nível 3 do plano de contingência], mas é uma decisão que temos de tomar nos próximos dois, três dias, não podemos ir para o fim de semana sem tomar essa decisão”, explica, acrescentando que “a situação é suficientemente grave para reunir o gabinete de crise, o que aconteceu ontem”.

Ativar o nível 3 significa dar a possibilidade aos serviços para diminuirem a atividade programada - consultas e cirurgias - até 20%.
Perante esta situação, o diretor da urgência pede uma análise “detalhada e refletida sobre o que está a acontecer” e a “ponderação de algumas medidas”, entre as quais “a necessidade de generalizar o acesso aos testes”.
O serviço de urgência do Hospital de São João admitiu na segunda-feira 946 doentes e a taxa de positividade ao SARS-CoV-2 foi de 50%. Nesta altura, o hospital tem 80 doentes internados com Covid-19, dos quais dez estão na unidade de cuidados intensivos.
Também no Porto, o Hospital de Santo António tem um número semelhante de doentes internados com Covid: um total de 81, dos quais 10 em unidade de cuidados intensivos.
Fonte do Hospital do São João adianta à Renascença que abriram uma nova unidade dedicada à Covid e, por isso, têm mais nove vagas em enfermaria geral e uma em cuidados intensivos. A mesma fonte sublinha ainda que, se for necessário, podem abrir mais camas.
Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.

Destaques V+