Tempo
|
Tudo o que precisa de saber sobre o Mundial 2022 Últimas Notícias Mundial 2022
Tudo o que precisa de saber sobre o Mundial 2022 Últimas Notícias Mundial 2022
Tudo o que precisa de saber sobre o Mundial 2022 Últimas Notícias Mundial 2022
A+ / A-

Portugal tem 32 refugiados ucranianos no Ensino Superior

04 mai, 2022 - 19:00 • Cristina Nascimento

Secretário de Estado diz que o número só não é superior porque muitos ainda têm a expectativa de regressar em breve à Ucrânia.

A+ / A-

O secretário de Estado da Ciência, Tecnologia e Ensino Superior, Pedro Teixeira, avançou que são 32 os estudantes ucranianos com estatuto de refugiado em Portugal.

Pedro Teixeira disse, no Parlamento, que o número só não é superior porque muitos ainda têm a expectativa de regressar em breve à Ucrânia.

“A informação que temos até ontem é que tínhamos 32 estudantes que já estão inscritos e a frequentar instituições de Ensino Superior e sete com estatuto de refugiado”, afirmou, referindo que em alguns é necessário completar a formação pois a mesmo grau na Ucrânia corresponde a uma “formação mais reduzida do que o que é exigido para o exercício da prática profissional em Portugal”.

Pedro Teixeira refere ainda que existem “mais manifestações e pedidos de informação do que concretizações”: “A perceção que nós temos é que muitos destes cidadãos estão ainda numa expetativa que nós partilhamos que a situação seja temporária.”

O secretário de Estado da Ciência, Tecnologia e Ensino Superior falava na Comissão de Orçamento e Finanças no âmbito da apreciação, na especialidade, do Orçamento do Estado para 2022.

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.

Destaques V+