Tempo
|
A+ / A-

Buscas por dois pescadores desaparecidos nos Açores continuam

01 mai, 2022 - 09:18 • Lusa

Barco onde seguiam encalhou junto à ilha de Santa Maria.

A+ / A-

As buscas prosseguem hoje por dois pescadores desaparecidos no sábado nos Açores, depois de o barco onde seguiam ter encalhado junto à ilha de Santa Maria, afirmou a Marinha Portuguesa.

De acordo com a Comandante Mónica Martins, da Marinha Portuguesa, as buscas pelos dois homens nunca pararam desde que as autoridades receberam, cerca das 18:45 de sábado, o alerta para o seu desaparecimento.

"As buscas estão a prosseguir com todos os meios que temos disponíveis", disse.

O alerta foi recebido pelas 18:45 no Centro de Coordenação e Buscas de Ponta Delgada, que está a coordenar as buscas desde então.

Os dois pescadores desaparecidos são tripulantes da embarcação de pesca "Alexandre", "que terá encalhado perto da Baía da Praia Formosa, por leste da Baixa da Pedrinha, entre esta e terra", acrescentou.

O alerta do desaparecimento dos dois pescadores foi dado por um terceiro tripulante, resgatado com vida pela embarcação de pesca Santo Onofre, cerca das 18:00, que foi recolhido mais tarde pela Polícia Marítima para a Vila do Porto, "encontrando-se bem de saúde".

Segundo o sobrevivente, os dois pescadores deixaram de ser vistos às 14:00.

De acordo com a Marinha, desde sábado foram ativados para o local meios da Marinha, da Autoridade Marítima Nacional, da Força Aérea Portuguesa, da Sociedade Anónima Portos dos Açores e do Serviço Regional de Proteção Civil e Bombeiros dos Açores.

Desde o início da manhã de hoje também participam nas buscas embarcações de pesca, um navio mercante das ilhas Marshall e um navio de cruzeiro hanseático.

[notícia atualizada às 10h57 de domingo, 1 de maio de 2022]

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.

Destaques V+