Tempo
|
Tudo o que precisa de saber sobre o Mundial 2022 Últimas Notícias Mundial 2022
Tudo o que precisa de saber sobre o Mundial 2022 Últimas Notícias Mundial 2022
Tudo o que precisa de saber sobre o Mundial 2022 Últimas Notícias Mundial 2022
A+ / A-

DGS cria "task force" para acompanhar surto mundial de hepatite aguda em crianças

28 abr, 2022 - 23:13 • Lusa

Como medidas contra este surto, a DGS recomenda a higienização das mãos e a etiqueta respiratória.

A+ / A-

A Direção-Geral da Saúde criou uma task force de "acompanhamento e atualização" do surto mundial de hepatite aguda em crianças, divulgou esta quinta-feira a autoridade de saúde, acrescentando que o caso suspeito em Portugal tem um diagnóstico de gripe A.

Esta "task force" terá como missão "o acompanhamento e atualização da situação internacional, a avaliação de risco a nível nacional e a elaboração de orientações técnicas para a deteção precoce de eventuais casos que venham a ser identificados no país", referiu a Direção-Geral da Saúde (DGS) em comunicado.

No contexto do surto internacional de "hepatite de etiologia desconhecida", a DGS constituiu uma task force em articulação com o Programa Nacional para as Hepatites Virais e com a Sociedade Portuguesa de Pediatria.

Como medidas contra este surto, a DGS recomenda a higienização das mãos e a etiqueta respiratória.

A autoridade de saúde adiantou ainda que em Portugal foi avaliada uma situação de hepatite aguda numa criança, "com evolução muito favorável, cujo quadro clínico e analítico não apresenta o perfil das hepatites de causa desconhecida descrito em alguns países".

"A situação continua a ser avaliada. Entretanto, a criança tem um diagnóstico de gripe do subtipo A", refere a DGS em comunicado.

Saiba Mais
Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.

Destaques V+