Tempo
|
A+ / A-

Depressão Evelyn leva ventos fortes e agitação marítima aos Açores

07 abr, 2022 - 16:36 • Redação

Segundo o Instituto Português do Mar e da Atmosfera os efeitos da depressão começam a fazer-se sentir já a partir desta sexta-feira.

A+ / A-

O Instituto Português do Mar e da Atmosfera (IPMA) prevê, a partir desta sexta-feira, ventos fortes, chuva e agitação marítima, para o arquipélago dos Açores.

Tudo por causa da depressão Evelyn que se encontra “a cerca de 240 quilómetros a noroeste da Ilha do Corvo” lê-se no comunicado do IPMA, enviado à Renascença, e cujos efeitos atingem os Açores a partir de 8 de abril.

Elsa Vieira, meteorologista da delegação regional dos Açores do IPMA, refere que a previsão aponta para “o aumento significativo da intensidade do vento, aumento da agitação marítima, precipitação forte e possibilidade de trovoada”.

A responsável, citada na nota de imprensa, sublinha que vão ser sentidas “rajadas na ordem dos 120 km/h no Grupo Ocidental, 110 km/h no Grupo Central e até 100 km/h no Grupo Oriental”.

Quanto ao estado do mar, “as ondas poderão chegar aos seis, sete metros de altura em todos os grupos”, é revelado.

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.

Destaques V+