Tempo
|
Tudo o que precisa de saber sobre o Mundial 2022 Últimas Notícias Mundial 2022
Tudo o que precisa de saber sobre o Mundial 2022 Últimas Notícias Mundial 2022
Tudo o que precisa de saber sobre o Mundial 2022 Últimas Notícias Mundial 2022
A+ / A-

Floresta. Mais incêndios mas menos área ardida até março

02 abr, 2022 - 21:12 • Celso Paiva Sol , João Carlos Malta

Dados da GNR mostram que o distrito de Bragança foi o que pior evolução registou no primeiro trimestre do ano.

A+ / A-

O primeiro trimestre do ano, fechou com o registo de 2.032 incêndios que consumiram 7.780 hectares. Os dados são da GNR e foram fornecidos à Renascença.

Estes valores representam uma subida de 32% no número de fogos entre os primeiros três meses do ano e igual período do ano passado. Em termos absolutos houve mais 500 fogos.

No entanto, se olharmos para a área ardida vemos que apesar do aumento de ocorrências, o mesmo não se refletiu em mais floresta destruída.

Houve uma redução de 11% entre o primeiro trimestre deste ano o período homólogo de 2021, que se traduz em menos mil hectares ardidos.

A chuva das duas últimas semanas retirou grande parte do território da situação de seca extrema ou severa e conseguiu também reduzir o elevado número de incêndios que se vinham registando.

Os números são elevados – em relação ao que costuma acontecer nos primeiros 3 meses do ano repetem de alguma forma aquilo que já tinha acontecido o ano passado.

O distrito que mais desequilibrou as contas – pela negativa – foi o de Bragança. Neste início de ano, já viu arder 1.242 hectares – contra apenas 95 hectares ardidos o ano passado.

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.

Destaques V+