Tempo
|
A+ / A-

Setúbal

Estudantes do Politécnico promovem atividades comunitárias de literacia em Saúde

23 mar, 2022 - 15:01 • Rosário Silva

Até junho, os alunos de enfermagem participam em atividades ligadas aos projetos “Março Mulher”, “À Pesca” e “Saúde no Bairro”.

A+ / A-

Estudantes de enfermagem do Instituto Politécnico de Setúbal (IPS) estão a dinamizar, até ao mês de junho, um conjunto de atividades comunitárias para reforçar a literacia em Saúde da população do município sadino.

As intervenções previstas, decorrem no quadro do Programa de Extensão Comunitária do 3º ano de Enfermagem da Escola Superior de Saúde (ESS/IPS), e centram-se nas áreas da Saúde Mental, Saúde Sexual e Reprodutiva e Saúde da Criança e Jovem, com parcerias estabelecidas com instituições do concelho.

As atividades “têm claros benefícios para a sua população-alvo e também para os estudantes que as projetam, realizam e avaliam a sua intervenção em contexto comunitário”, destaca Fernanda Marques, coordenadora do Programa de Extensão Comunitária, citada num comunicado do IPS, enviado à Renascença.

A docente realça ainda “o ganho de conhecimentos e desenvolvimento de competências numa intervenção junto da comunidade, além da experiência de ser parceiro num projeto duma Organização Não Governamental (ONG)”.

Quanto às intervenções, já no próximo dia 30, no âmbito do programaMarço Mulher”, iniciativa promovida pela SEIES – Sociedade de Estudos e Intervenção em Engenharia Social, os estudantes envolvidos vão ser recebidos no estúdio da Rádio Jornal de Setúbal (RJS) para uma conversa sobre os “Diferentes papéis da mulher na sociedade e suas repercussões na sua saúde mental”.

Entre abril e junho, estão programadas um total de oito participações nos projetos “À Pesca”, junto da população da antiga freguesia da Anunciada, e “Saúde no Bairro”, no âmbito do programa “Nosso Bairro, Nossa Cidade”, ambos desenvolvidos sob a alçada do programa Bairros Saudáveis.

No primeiro caso, estão previstas sessões em torno das temáticas “Violência Doméstica” e “Violência sobre as Crianças”, dirigidas a adultos e famílias, e ainda “Violência Sexual contra Homens e Rapazes” e “Violência no namoro e nas relações de intimidade”.

Já a participação no projeto “À Pesca” tem também uma intervenção dirigida aos moradores mais novos da freguesia, em modo de celebração do Dia Mundial da Criança, 1 de junho, que deverá decorrer na primeira quinzena de junho com uma temática relacionada com hábitos que tornam a vida mais saudável.

A 13 de abril, no âmbito do projeto “Saúde no Bairro”, vai ser dinamizada uma atividade envolvendo cerca de uma centena de crianças dos bairros da Bela Vista, em torno do tema “Hábitos de Vida Saudável na Prevenção da Obesidade”. “Impacto da Obesidade na Saúde Mental” e “Alimentação Saudável nas crianças” são as outras duas temáticas a debater com as populações, em sessões com data ainda por definir.

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.

Destaques V+