Tempo
|
Tudo o que precisa de saber sobre o Mundial 2022 Últimas Notícias Mundial 2022
Tudo o que precisa de saber sobre o Mundial 2022 Últimas Notícias Mundial 2022
Tudo o que precisa de saber sobre o Mundial 2022 Últimas Notícias Mundial 2022
A+ / A-

Seca

Poupança da água passará por restrições na rega e lavagens, diz ministro

22 fev, 2022 - 14:19 • Lusa

Amanhã, começa o ciclo de cinco reuniões para avaliar as medidas técnicas a tomar contra a seca em Portugal.

A+ / A-

A rega de espaços verdes, a lavagem das ruas e de equipamentos são algumas das atividades que poderão ser condicionadas para poupar água, conforme decisões que começam na quarta-feira a ser tomadas, anunciou o ministro do Ambiente nesta terça-feira.

Em declarações aos jornalistas no final de uma cerimónia de assinatura do Protocolo de Colaboração Técnica e Financeira entre o Fundo Ambiental e o Conselho Autárquico da Cidade de Quelimane, em Moçambique, João Matos Fernandes indicou que na quarta-feira decorre a primeira de cinco reuniões, lideradas pela Agência Portuguesa do Ambiente (APA), para avaliar as medidas técnicas a tomar contra a seca.

A primeira reunião vai acontecer no Algarve, seguindo-se as restantes sub-regiões hidrográficas.

No final do encontro, em que participarão os municípios portugueses, "muito provavelmente" deverão ser decretadas "medidas concretas para a redução e para a poupança de água", segundo o ministro do Ambiente e da Ação Climática.

Segundo Matos Fernandes, outro objetivo destas reuniões é existir um alinhamento para "uma grande campanha de poupança de água".

"No imediato, aquilo que pode ser feito é muito provavelmente decretar novas medidas de restrição do uso de água, que passam sobretudo pela atividade agrícola, e por outras atividades urbanas", acrescentou.

E adiantou que "a rega de espaços verdes, as lavagens de ruas, a lavagem de alguns equipamentos poderá vir a ser condicionada".

"Vamos ver o que está a acontecer em cada região, porque cada região é diferente e cada situação de seca também é diferente", afirmou o ministro.

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.

Destaques V+