Tempo
|
A+ / A-

​Autorizado abate de mil sobreiros para construção de central solar no Alentejo

15 fev, 2022 - 10:59 • Redação

Governo considerou o projeto, que vai ser instalado no concelho de Gavião, como “imprescindível utilidade pública”.

A+ / A-

O Governo autoriza o abate de mais de mil sobreiros para a construção de central solar da Margalha, no concelho alentejano de Gavião.

Esta central vai ser construída pelo grupo Akuo Renováveis, num investimento de 95 milhões de euros.

O ministro do Ambiente decidiu declarar de imprescindível utilidade pública o projeto da central solar fotovoltaica, de forma a permitir o arranque de 1.079 sobreiros e quatro azinheiras no terreno onde será instalado o empreendimento.

No despacho agora publicado lê-se ainda que a empresa responsável pela central solar apresentou um projeto de compensação e respetivo plano de gestão que prevê “a beneficiação em 75 hectares de áreas ocupadas com sobreiros”, no concelho de Gavião.

No documento lê-se ainda que “a instalação deste tipo de empreendimentos significa um aumento da produção de energia elétrica a partir de fontes renováveis, participando por isso na descarbonização do setor da energia elétrica e contribuindo para a trajetória da neutralidade carbónica, a atingir em 2050”.

O despacho do ministro Matos Fernandes foi assinado a 3 de fevereiro e publicado esta terça-feira em “Diário da República”.

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.

Destaques V+