Tempo
|
A+ / A-

"Presenças-fantasma" no parlamento. José Silvano e Emília Cerqueira absolvidos

07 fev, 2022 - 17:04

Juíza diz que não ficou provado que Silvano tenha instruído a sua colega de bancada a assinalar falsamente a presença do secretário-geral do PSD nos dias 18 e 24 de outubro de 2018.

A+ / A-

O secretário-geral do PSD, José Silvano, e a deputada social-democrata Emília Cerqueira foram absolvidos de crimes de falsidade informática de que estavam acusados no chamado processo das “presenças-fantasma” no parlamento.

José Silvano e Emília Cerqueira foram assim ambos absolvidos da prática em coautoria de dois crimes de falsidade informática.

A sentença, proferida esta segunda-feira pela juíza Ana Sofia Claudino, considerou que não ficou provado que José Silvano tenha instruído a sua colega de bancada parlamentar a assinalar falsamente a presença do secretário-geral do PSD no parlamento nos dias 18 e 24 de outubro de 2018.

O tribunal afastou também qualquer intenção de Emília Cerqueira em marcar falsamente a presença de José Silvano no parlamento.

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.

  • ze
    08 fev, 2022 aldeia 09:15
    Claro que tinham de ser absolvidos.......a justiça funciona assim.....
  • Petervlg
    08 fev, 2022 Trofa 08:21
    Mesmo com esta decisão do tribunal, é uma vergonha o que estes dois fizeram!

Destaques V+