Tempo
|
A+ / A-

Aumentaram as agressões nas escolas

29 jan, 2022 - 08:33 • Carla aixinha com redação

Durante o primeiro período foram assinaladas 431 as agressões em ambiente escolar.

A+ / A-

Há quatro agressões por dia nas escolas. Os dados da PSP e da GNR mostram que o número de ofensas corporais dentro das instituições aumentou face a 2020 e diminuiu face a 2019.

Segundo avança o Jornal de Notícias, durante o primeiro período foram assinaladas 431 as agressões: a PSP tem registo de 361 casos de ofensas corporais e a GNR recebeu 70 participações de agressões em ambiente escolar.

Filinto Lima, da Associação Nacional dos Diretores de Agrupamentos e Escolas Públicas, acredita que as agressões correspondem na sua maioria a problemas trazidos de fora para dentro da escola.

Ainda assim, este responsável fala numa estabilização dos números. “Estes valores, na prática, estabilizaram e temos também que relativizar, pois em Portugal existem mais de cinco mil escolas. São valores que combatemos e queremos ao seu decréscimo”, disse à Renascença, lembrando que as escolas fazem um trabalho de excelência nesta área.

Filinto Lima diz que é importante continuar com a usar a pedagogia contra a agressão física e psicológica.

Ao jornal, PSP e GNR frisaram que a violência em contexto escolar é “uma área temática de intervenção prioritária”.

Por isso, apostam em ações de sensibilização e informação junto dos estudantes, alertando para temas como o bullying, a autoproteção, a violência no namoro e a cidadania e não discriminação.

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.

Destaques V+