Tempo
|
A+ / A-

Covid-19. Santa Maria triplicou número de internados num mês

25 jan, 2022 - 14:07 • Lusa

Metade chegou por outros motivos e só já no hospital se percebeu que eram casos positivos do novo coronavírus.

A+ / A-

O Hospital Santa Maria, em Lisboa, triplicou desde o Natal o número de internados por Covid-19, chegando aos 115. No entanto, metade chegou por outros motivos e apenas no acesso à unidade hospitalar se percebeu que eram casos positivos do novo coronavírus.

Segundo disse à Lusa fonte hospitalar, cerca de metade dos 115 doentes internados em Santa Maria nas áreas Covid entraram no hospital por outros motivos, designadamente por descompensações de outras doenças que têm ou para cirurgias.

“Os doentes são todos testados antes do internamento e, quando testam positivo, nos casos em que a cirurgia não pode ser feita uma ou duas semanas depois, os doentes ficam, são operados e no pós-operatório recuperam em enfermarias”, explicou a fonte.

Quando a cirurgia pode ser feita num curto espaço de tempo, os doentes vão para casa e depois são novamente chamados.

A mesma fonte acrescentou que o Santa Maria abriu três novas enfermarias num espaço de um mês e que, neste momento, estão internados 115 doentes, 16 dos quais em unidades de cuidados intensivos.

Uma destas novas enfermarias serve exatamente para doentes que estão a recuperar de cirurgias a que foram submetidos depois de terem sido internados e testado positivo.

Depois do período pós-Natal, em que o Santa Maria tinha cerca de 40 doentes internados em áreas covid, a procura nas urgências disparou e o hospital chegou a atender 600 doentes/dia, 150 dos quais nas urgências de doenças respiratórias e com suspeita de covid.

O hospital tem agora um total de seis enfermarias (cerca de 110 camas), três delas abertas nas últimas duas a três semanas. Há ainda 16 doentes internados em unidades de cuidados intensivos.

Até ao momento, segundo fonte hospitalar, a atividade assistencial não foi afetada pela pressão dos internamentos.

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.

Destaques V+