Tempo
|
A+ / A-

Boletim DGS

Mais 38.136 casos e 33 mortes com Covid-19

15 jan, 2022 - 14:36

O maior aumento de casos regista-se no grupo etário dos 40-49 anos. Mais de 28 mil portugueses recuperaram da doença.

A+ / A-

Veja também:


Nas últimas 24 horas, Portugal registou mais 33 mortos e 38.136 novos infetados com Covid-19, revela o relatório diário da Direção-Geral da Saúde.

Há agora mais 34 internados com SARS-CoV-2, um dos quais em unidade de cuidados intensivos. No total, registam-se 1.733 internamentos, 163 em UCI.

O maior aumento de casos fixa-se no grupo etário dos 40-49, com 6.945 novas infeções (18,21% do total).

No dia em que o país ultrapassa os 300 mil casos ativos, regista-se um óbito devido à doença na faixa etária dos 20-29 anos. Os restantes óbitos dizem respeito a doentes na faixa dos 50-59 (4 mortes), 60-69 (2) e 70-79 anos (5). O grupo etário dos 80 ou mais anos regista 21 mortes.

O Norte volta a ser a zona do país com maior número de novas infeções (14.899), seguida de Lisboa e Vale do Tejo (13.585) e do Centro (4.649). A Madeira é quarta região do país com maior número de novos casos, com 2.133, seguida do Alentejo, com 1.224, e o Algarve com 1.219. A lista fecha novamente com os Açores onde nas últimas 24 horas foram confirmados mais 427 casos de Covid.

Apenas oito dos 308 concelhos de Portugal estão abaixo do nível máximo da incidência de infeções pelo coronavírus SARS-CoV-2, revelou o relatório de sexta-feira.

Desde o início da pandemia, Portugal regista 1.852.703 casos da doença, dos quais, 19.270 acabaram por morrer e 1.523.800 conseguiram recuperar.

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.

Destaques V+