Tempo
|
Tudo o que precisa de saber sobre o Mundial 2022 Últimas Notícias Mundial 2022
Tudo o que precisa de saber sobre o Mundial 2022 Últimas Notícias Mundial 2022
Tudo o que precisa de saber sobre o Mundial 2022 Últimas Notícias Mundial 2022
A+ / A-

Marinha resgatou 562 pessoas do mar em 2021

04 jan, 2022 - 15:14 • Lusa

No ano passado, a Marinha Portuguesa realizou 420 ações de busca e salvamento marítimo.

A+ / A-

A Marinha Portuguesa coordenou, durante o ano de 2021, 420 ações de busca e salvamento marítimo e resgatou do mar um total de 562 pessoas.

Numa nota publicada na página da ‘internet’ da Marinha, a coordenação das 420 ações de buscas foi realizada através dos Centros de Coordenação de Busca e Salvamento Marítimo de Lisboa, de Ponta Delgada (Açores) e do Subcentro do Funchal (Madeira).

A mesma nota refere que a maioria das ações foi coordenada pelo Centro de Coordenação de Busca e Salvamento de Lisboa (276), das quais resultou o resgate de 442 pessoas.

No arquipélago dos Açores registaram-se 113 ações de busca e salvamento, resultando no resgate de 79 pessoas.

Na área relativa ao Subcentro de Busca e Salvamento Marítimo do Funchal foram coordenadas 31 ações e resgatadas 41 pessoas.

“A taxa de eficácia do serviço de busca e salvamento marítimo ultrapassa os 99%, o que constitui uma referência internacional e um exemplo da excelente cooperação operacional”, destaca a nota da Marinha.

As ações de busca e salvamento envolveram, além da Marinha Portuguesa, várias entidades como a Autoridade Marítima Nacional, da Força Aérea Portuguesa e “outros recursos e meios pertencentes à Estrutura Auxiliar do Sistema Nacional de Busca e Salvamento, dos Serviços Nacionais e Regionais de Proteção Civil e Bombeiros.

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.

Destaques V+