Tempo
|
Tudo o que precisa de saber sobre o Mundial 2022 Últimas Notícias Mundial 2022
Tudo o que precisa de saber sobre o Mundial 2022 Últimas Notícias Mundial 2022
Tudo o que precisa de saber sobre o Mundial 2022 Últimas Notícias Mundial 2022
A+ / A-

Covid-19. Portugal já não é dos países que mais vacina na União Europeia

22 dez, 2021 - 09:10 • Olímpia Mairos

Os dados do Our World in Data, da Universidade de Oxford, colocam Portugal na 14.ª posição na tabela dos países europeus com a maior percentagem de população vacinada com a dose de reforço.

A+ / A-

Veja também:


Portugal liderou, até setembro, a lista de países europeus com a maior percentagem de população inoculada com as duas doses de vacina, mas perdeu o estatuto no que toca à dose de reforço.

O Jornal Público escreve esta quarta-feira, citando dados do Our World in Data, da Universidade de Oxford, que o nosso país ocupa o 14.º lugar na lista dos países que mais administraram doses de reforço, com 23% da população portuguesa inoculada.

A liderar a lista de países com mais doses de reforço administradas está a Áustria, com 37,47% da população com três doses, seguida da Dinamarca, com 35,06% e Malta, com 33,4%.

Em último lugar surge a Bulgária com apenas 3,28% da população com a dose de reforço. Na lista não estão contemplados os dados da Croácia, Estónia, Países Baixos e Roménia, que ainda não têm qualquer valor reportado nesta base de dados.

A taxa de vacinação europeia situa-se nos 23,14%.

Já a nível mundial, Portugal encontra-se no 25.º lugar. A Islândia surge em primeiro lugar com 55,24%, seguida do Chile com 51,89%, Israel com 44,82% e o Reino Unido com 42,49% da população com a terceira dose da vacina contra a Covid-19.

Na quarta-feira, no final da reunião do Conselho de Ministros, o primeiro-ministro anunciou que “cerca de 83% das pessoas com mais de 65 anos já receberam a dose de reforço”, atribuindo à vacinação a redução atual de internamentos e mortes por Covid-19, em comparação com há um ano.

Os centros de vacinação contra a Covid-19 vão estar encerrados no período de Natal e fim de ano, nos dias 24, 25, 26 e 31 de dezembro e no dia 1 de janeiro, informou na terça-feira a Direção-Geral da Saúde.

Até ao final do ano, os centros de vacinação só estarão abertos na quarta e quinta-feira desta semana e, na semana seguinte, nos dias 27,28, 29 e 30. Em comunicado, a Direção-Geral da Saúde (DGS) acrescenta ainda que no dia 23, quinta-feira, os centros de vacinação irão funcionar apenas em regime "Casa Aberta" para pessoas com 65 ou mais anos.

Atualmente, está em curso o processo de vacinação com a dose de reforço de pessoas com 65 ou mais anos e maiores de 50 anos que tenham recebido a vacina da Janssen.

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.

Destaques V+