Tempo
|
A+ / A-

Pulseira eletrónica para filho por violência doméstica contra a mãe em Famalicão

12 dez, 2021 - 10:20 • Lusa

O detido foi presente a primeiro interrogatório judicial no Tribunal de Vila Nova de Famalicão, que determinou a aplicação da medida de coação de pulseira eletrónica, com impossibilidade de contacto com a vítima.

A+ / A-

Um homem, de 54 anos, ficou sujeito a pulseira eletrónica, por violência doméstica cometida sobre a mãe, de 73 anos, no concelho de Vila Nova de Famalicão, distrito de Braga, anunciou hoje a GNR.

Em comunicado, esta força de segurança explica que recebeu uma denúncia que o "agressor estaria a entrar na residência da vítima, sua mãe", quando já estava proibido de contactar e de se aproximar da ofendida. .

"Os militares da Guarda deslocaram-se ao local. No seguimento da ação os militares presenciaram o arguido a ameaçar a vítima, tendo sido detido", refere a GNR.

O detido foi presente a primeiro interrogatório judicial no Tribunal de Vila Nova de Famalicão, que determinou a aplicação da medida de coação de pulseira eletrónica, com impossibilidade de contacto com a vítima.

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.

Destaques V+