Tempo
|
A+ / A-

Covid-19. Companhias aéreas já somam 12 milhões de euros em multas

08 dez, 2021 - 11:38 • Celso Paiva Sol

Desde o dia 1 de dezembro que todos os passageiros que chegam a Portugal têm de ter um teste negativo ao novo coronavírus. Mas a regra nem sempre é cumprida.

A+ / A-

Por causa dos passageiros que chegam a Portugal sem o obrigatório teste negativo à Covid-19, as companhias aéreas já somam multas de quase 12 milhões de euros, montante apurado com base no valor mínimo da contraordenação: 20 mil euros por passageiro.

Ao que a Renascença apurou, nos primeiros seis dias de aplicação das regras de entrada em Portugal continental no âmbito do estado de calamidade, foram detetados 603 passageiros que não traziam teste, tendo sido multados 591 – que tinham sido transportados por 21 companhias aéreas.

Nos mesmos seis dias, aterraram em Lisboa, Porto e Faro quase dois mil voos, com 186 mil pessoas.

No que respeita às fronteiras terrestes, onde a GNR faz um controlo aleatório, foram realizadas mais de 900 ações de fiscalização, durante as quais foram controlados nove mil veículos, sobretudo ligeiros e autocarros.

Ao todo, foram detetadas 262 pessoas sem o obrigatório teste negativo à Covid-19.

As regras entraram em vigor no dia 1 de dezembro.

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.

Destaques V+