Tempo
|
A+ / A-

Variante Ómicron

Covid-19. Não há positivos na pediatria do Garcia de Orta depois de contacto com médico da B-SAD

02 dez, 2021 - 19:21 • André Rodrigues

Urgência pediátrica e consulta externa de Pediatria do Garcia de Orta estão encerrados desde terça-feira à noite, e por um período de 14 dias depois de 28 profissionais terem contactado com um médico infetado com Covid-19, na sequência do surto na B-SAD, da variante Ómicron.

A+ / A-

Veja também:


Não há casos positivos de Covid-19 entre os 28 profissionais da urgência pediátrica e da consulta externa de Pediatria do Hospital Garcia de Orta (HGO), que foram colocados em isolamento profilático, depois de terem contactado com um médico ligado ao surto na B-SAD, da variante Ómicron.

Em comunicado, o hospital informa que os profissionais em questão “continuam a ser acompanhados pelo Serviço de Saúde Ocupacional do HGO e vão continuar em isolamento profilático, salvo orientação contrária da Autoridade de Saúde Local”.

Os serviços de urgência pediátrica e consulta externa de pediatria do Hospital Garcia de Orta, em Almada, estão encerrados desde terça-feira à noite, e por um período de 14 dias, pelo que, o hospital apela à população para que, nos casos de urgência, recorra aos “hospitais da península de Setúbal e aos hospitais em Lisboa: Hospital D. Estefânia (Centro Hospitalar Universitário de Lisboa Central, EPE), Hospital de Santa Maria (Centro Hospitalar Universitário Lisboa Norte, EPE) ou no Hospital S. Francisco Xavier (Centro Hospitalar Lisboa Ocidental), este último no período diurno”.

No caso dos episódios de doença aguda pediátrica, o atendimento deverá ser feito nos “centros de saúde do ACES Almada-Seixal, para atendimento entre as 08h00 e as 20h00, nos dias úteis”.

Nos fins-de-semana e feriados, os utentes devem deslocar-se os serviços de Atendimento Complementar do Centro de Saúde da Amora (Seixal) ou do Centro de Saúde Rainha D. Leonor (Almada), das 10h00 às 17h00.

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.

Destaques V+