Tempo
|
Tudo o que precisa de saber sobre o Mundial 2022 Últimas Notícias Mundial 2022
Tudo o que precisa de saber sobre o Mundial 2022 Últimas Notícias Mundial 2022
Tudo o que precisa de saber sobre o Mundial 2022 Últimas Notícias Mundial 2022
A+ / A-

COVID-19

Controlo em estádios e discotecas é feito pelos responsáveis, indica Governo

30 nov, 2021 - 19:20 • Lusa

Eduardo Cabrita disse que as forças de segurança estão presentes, "mas não teremos as forças de segurança a fazer controlos sanitários na porta de nenhuma discoteca".

A+ / A-

O ministro da Administração Interna disse esta terça-feira que o controlo dos certificados de vacinação e testes nos estádios e discotecas é feito pelas entidades privadas e admitiu que o comportamento dos cidadãos ditará, ou não, o encerramento dessas atividades.

"Nos estádios de futebol e nas discotecas são os responsáveis dessas entidades. As forças de segurança têm uma função genérica de controlo da legalidade e de qualquer problema, já hoje é assim", afirmou Eduardo Cabrita em declarações a jornalistas à margem da cerimónia de entrega do estandarte nacional da Unidade de Emergência de Proteção e Socorro (UEPS) na cidade da Guarda, onde ficará o comando nacional desta força de intervenção.

"As pessoas já hoje entram com vacinação no estádio de futebol e passarão a entrar com exigência de teste. As forças de segurança estão presentes, a força competente, mas não teremos as forças de segurança a fazer controlos sanitários na porta de nenhuma discoteca", assumiu.

Eduardo Cabrita disse que "estarão presentes em todos os estádios de futebol, aí sim, estarão em todos, como estão sempre nos eventos de maior dimensão", porque aquilo que o Governo quer é manter "essas atividades abertas".

"Vimos já, por exemplo, na Alemanha que jogos importantes que se realizam nos próximos dias serão realizados à porta fechada. Depende da forma exemplar como os portugueses se têm comportado e deve-se exatamente ao sucesso da nossa estratégia de vacinação podermos continuar assim", disse.

E acrescentou que as atuais medidas do Governo são "proporcionais, equilibradas, que correspondam a toda a precaução, limitando ao mínimo absolutamente indispensável aquilo que é o prejuízo das atividades económicas".

O primeiro-ministro, António Costa, anunciou na quinta-feira que a entrada nos espaços de diversão noturna vai estar sujeita à apresentação de teste negativo à Covid-19, mesmo para vacinados, a partir desta quarta-feira, estando discotecas e bares encerrados entre 2 e 9 janeiro.

Na conferência de imprensa após a reunião do Conselho de Ministros, em Lisboa, António Costa disse que o encerramento das discotecas e dos bares decorre na chamada "semana de contenção de contactos".

Saiba Mais
Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.

Destaques V+