Tempo
|
A+ / A-

Diretas PSD

Costa felicitou Rio e diz que agora escolha nas legislativas é “muito clara”

28 nov, 2021 - 16:52 • Lusa

O primeiro-ministro afirmou que, “para a vitalidade da democracia, é muito bom que existam estas escolhas muito claras”, apontando que cabe aos portugueses decidirem “quem querem para liderar o país nos próximos anos”.

A+ / A-

O primeiro-ministro e secretário-geral do PS, António Costa, felicitou Rui Rio pela reeleição como presidente do PSD e defendeu que agora os portugueses têm uma escolha “muito clara” nas eleições legislativas de 30 de janeiro.

“Tive ontem a oportunidade de felicitar pessoalmente o doutor Rui Rio, que vai ter pela frente uma tarefa muito difícil de procurar unir um partido que ficou dividido praticamente ao meio e de afirmar uma solução credível num contexto em que os principais quadros do partido se opuseram aquilo que ele defende”, afirmou.

António Costa falava aos jornalistas à chegada ao Teatro Nacional D.Maria II, em Lisboa, após ter sido questionado sobre a reeleição de Rui Rio como líder do PSD, com 52,43% dos votos, no sábado à noite.

“A partir de ontem os portugueses têm uma escolha muito clara para fazer, ou um governo liderado por mim, com um PS renovado e reforçado, ou têm uma alternativa que o doutor Rui Rio tentará compor, unindo o seu partido com todos os outros partidos à direita, e essa é uma escolha clara”, considerou.

O primeiro-ministro afirmou que, “para a vitalidade da democracia, é muito bom que existam estas escolhas muito claras”, apontando que cabe aos portugueses decidirem “quem querem para liderar o país nos próximos anos”.

Questionado se, com a vitória de Rui Rio, pode estar mais próxima a possibilidade de um “bloco central”, o primeiro-ministro afirmou que “isso são cenários que não se colocam”.

“O doutor Rui Rio rejeita essa hipótese, não creio que seja uma hipótese saudável. Aquilo que é importante é que os portugueses decidam como é que querem que haja a governação”, frisou António Costa.

Saiba Mais
Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.

Destaques V+