Tempo
|
A+ / A-

Covid-19

"Semana de contenção é um bocadinho ingrata", considera infecciologista do Hospital S. João

25 nov, 2021 - 23:40 • Sérgio Costa , com Redação

Margarida Tavares diz que a maioria das medidas propostas pelo Governo "são adequadas", mas a semana de contenção preocupa a especialista. Vacinação de crianças a partir dos cinco anos "é essencial", pensa.

A+ / A-
Opinião da infecciologista do Hospital S. João, Margarida Tavares
Opinião da infecciologista do Hospital S. João, Margarida Tavares
Opinião da infecciologista do Hospital S. João, Margarida Tavares

A infecciologista do Hospital S. João Margarida Tavares pensa que a maioria das medidas propostas pelo Governo para travar a quinta vaga da pandemia "são adequadas", mas considera que "a semana de contenção é um bocadinho ingrata".

"Preocupa-me, porque as crianças não vão à escola e isso significa que pelo menos um dos pais terá de ficar com as crianças. É uma medida ingrata e custosa", explica, à Renascença.

Por outro lado, a especialista realça que "a intensificação dos testes e o uso de máscara e do certificado" são acertadas, mas teme que a testagem na visita a lares "seja difícil de implementar".

Margarida Tavares aponta que o primeiro-ministro "não esclareceu" que tipos de testes devem ser usados.

"O PCR pode detetar uma positividade de infeções passadas e que já não são contagiosas. É uma questão que vamos debater nos próximos tempos", diz.

A infecciologista do Hospital S. João também vê com bons olhos o reforço da vacinação e defende que "é essencial" avançar com a vacinação das crianças, a partir dos cinco anos.

"É a faixa etária que está a ter uma maior incidência de infeção e a vacina é segura e eficaz", destaca.

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.

Destaques V+