Tempo
|
A+ / A-

"Extrema-direita pode ser ameaça na luta contra o trabalho infantil"

24 nov, 2021 - 23:51 • Isabel Pacheco

Apesar dos avanços contra a exploração laboral, o docente Manuel Sarmento, do Instituto de Educação da Universidade do Minho, pede especial atenção à população migrante, mais vulnerável a situações de exploração.

A+ / A-

O especialista em estudos da criança Manuel Sarmento alerta que a extrema-direita pode ser uma ameaça na luta contra o trabalho infantil.

Ouvido pela Renascença, o especialista assinala, contudo, que o combate contra a exploração infantil é, por agora, uma batalha ganha, em Portugal.

"Sofreu uma forte condenação social. Não quer dizer que não possa reaparecer pelas conceções de extrema-direita que emergem, mas esta batalha cultural teve êxito", considera.

Apesar dos avanços, o docente do Instituto de Educação da Universidade do Minho pede especial atenção à população migrante, mais vulnerável a situações de exploração.

"É necessário uma atenção específica a estes públicos. As possibilidades de exploração estão associadas a uma situação de vulnerabilidade", aponta.

"O trabalho infantil é filho da pobreza infantil", realça, ainda.

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.

Destaques V+