Tempo
|
Tudo o que precisa de saber sobre o Mundial 2022 Últimas Notícias Mundial 2022
Tudo o que precisa de saber sobre o Mundial 2022 Últimas Notícias Mundial 2022
Tudo o que precisa de saber sobre o Mundial 2022 Últimas Notícias Mundial 2022
A+ / A-

Covid-19. Coordenador do Plano de Vacinação assume "reorganização interna"

20 nov, 2021 - 19:37 • Lusa

Penha Gonçalves disse que a avaliação sobre os pontos de vacinação existentes está a ser feita pelas administrações regionais de saúde.

A+ / A-

As alterações ao processo de vacinação da dose de reforço contra a covid-19 exigem também uma reorganização interna do núcleo de coordenação, além do aumento dos meios no terreno, admitiu hoje o responsável pelo plano.

"Estamos a reprogramar, é também uma reorganização interna para responder aos novos desafios. Estamos confiantes de que isso vai acontecer, estamos já a trabalhar para isso e esperamos que, progressivamente, vamos aumentando a nossa capacidade de vacinação", afirmou o coronel Carlos Penha Gonçalves aos jornalistas numa visita a um centro de vacinação em Mafra, no distrito de Lisboa.

O responsável por esta etapa do processo lembrou que há "um plano em curso" e que a estrutura está concentrada na sua execução, que prevê a vacinação de 900 mil pessoas até 19 de dezembro. .

"O nosso foco é esse e o ritmo que estamos a atingir agora vai permitir fazer isso. É preciso que as pessoas venham ao processo de vacinação quando forem agendadas. Se não conseguirem, venham à "casa aberta" e serão vacinadas. Neste momento estamos a vacinar as pessoas mais frágeis", esclareceu, reiterando: "Não vamos chamar as pessoas sem ter capacidade para as vacinar".

Questionado sobre o redimensionamento da resposta no terreno, Penha Gonçalves disse que a avaliação sobre os pontos de vacinação existentes está a ser feita pelas administrações regionais de saúde e que o ajuste, que "tem sido feito desde o início do processo", pode passar por um aumento em número ou na dimensão dos centros.

Em Portugal, desde março de 2020, morreram 18.310 pessoas e foram contabilizados 1.119.784 casos de infeção, segundo dados da Direção-Geral da Saúde de hoje.

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.

Destaques V+