Tempo
|
A+ / A-

Pandemia

Covid-19. Vinte e três trabalhadores portugueses da construção civil infetados em Gibraltar

18 nov, 2021 - 23:33 • Lusa

Medidas de restrição em Gibraltar já foram levantadas há algum tempo, não sendo obrigatório o uso de máscara em locais fechados para pessoas vacinadas.

A+ / A-

Veja também:


Vinte e três trabalhadores do setor da construção civil, portugueses na sua maioria, estão infetados com Covid-19 em Gibraltar, disse à Lusa fonte da empresa portuguesa Casais.

Segundo Orlando Teixeira, diretor do Departamento de Segurança da Casais-Gibraltar, “existem 23 colaboradores - na maioria de subempreiteiros da Casais - que testaram positivo à Covid-19, que se apresentam assintomáticos e dos quais cinco já estão a ter alta”.

“São na maioria portugueses e alguns de nacionalidade espanhola. As medidas de restrição em Gibraltar já foram levantadas há algum tempo, não sendo obrigatório o uso de máscara em locais fechados para pessoas vacinadas”, acrescentou Orlando Teixeira.

O diretor do Departamento de Segurança da Casais-Gibraltar disse anda à Lusa que “todos os colaboradores estavam vacinados e muitos deles já estavam a receber agendamento para a 3.ª dose”, que começou a ser administrada há duas semanas”.

“Seguimos o protocolo de saúde local e o interno da Casais para conseguir identificar e isolar os casos positivos evitando mais contágio”, concluiu.

Desde o início da pandemia que morreram em Portugal 11.937 pessoas com Covid-19 com mais de 80 anos, 3.918 entre a faixa etária dos 70 aos 79 anos e 1.667 entre os 60 e os 69 anos.

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.

Destaques V+