Tempo
|
A+ / A-

Covid-19

"​Pandemia não acabou", diz Marta Temido sobre novas sublinhagens "em estudo"

21 out, 2021 - 20:45 • Ricardo Vieira

Sublinhagens da variante Delta estão em acompanhamento e estudo por parte das autoridades de saúde portuguesas e internacionais, adianta a ministra da Saúde.

A+ / A-

Veja também:


Portugal acompanha e estuda duas novas sublinhagens da variante Delta do vírus da Covid-19, afirma a ministra da Saúde. Marta Temido alerta que a pandemia não acabou e “temos que manter o estado de atenção”.

Há nove casos confirmados em Portugal das novas variantes, uma das quais identificada como AY.4.2, detetados entre o final de agosto e 4 de outubro, disse a ministra no final do Conselho de Ministros desta quinta-feira.

“Trata-se de sublinhagens que têm suscitado interesse na comunidade científica internacional devido ao aumento da sua frequência nas últimas semanas no Reino Unido”, referiu.

Marta Temido explica que são “duas sublinhagens que estão em acompanhamento, estudo e observação em Portugal e noutros países, para avaliar da sua eventual maior transmissibilidade, carga de doença e letalidade”.

A ministra deixa uma mensagem de tranquilidade e um apelo de manutenção da atenção e das medidas de saúde pública.

“Face à nossa taxa de vacinação sabemos que somos um país que está relativamente bem protegido, mas nunca é demais referir que a necessidade de manutenção das medidas de saúde pública é, ainda, a nossa melhor salvaguarda face a estas eventuais evoluções das mutações das variantes.”

“A pandemia não acabou e temos que manter o estado de atenção”, afirma Marta Temido, que apelou à vacinação dos maiores de 65 anos contra a gripe sazonal e a terceira dose para a Covid-19.

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.

Destaques V+