Tempo
|
A+ / A-

Mapa Covid. Barrancos é único concelho em risco extremamente elevado

24 set, 2021 - 14:54 • Redação

Na semana passada, Portugal não tinha qualquer município em risco máximo.

A+ / A-

Barrancos é agora o único concelho do país em risco extremamente elevado de Covid-19, segundo o boletim epidemiológico da Direção-Geral da Saúde (DGS). Na semana passada, Portugal não tinha qualquer município em risco máximo.

O concelho alentejano regista uma incidência cumulativa a duas semanas de 1.171 casos de Covid-19 por 100 mil habitantes.

Portugal tem sete concelhos com risco muito elevado, ou seja, entre 480 e 959,9 casos por 100 mil habitantes nos últimos 14 dias.

Da lista dos concelhos com risco muito elevado fazem parte: Albufeira (489), Alcoutim (674), Celorico da Beira (519), Penela (594), Póvoa de Lanhoso (489), São Brás de Alportel (501) e Vidigueira (566).

Em risco elevado, entre 240-479,9 casos, há esta semana um total de 19 concelhos: Aljustrel, Amares, Beja, Boticas, Cabeceiras de Basto, Covilhã, Fafe, Lagoa (Algarve), Lagos, Loulé, Monchique, Montalegre, Portel, Portimão, Rio Maior, Serpa, Silves, Valpaços e Vila Nova de Foz Côa.

Portugal regista esta sexta-feira mais nove mortes e 757 novos casos de Covid-19, indica o boletim epidemiológico da Direção-Geral da Saúde (DGS).

O país está cada vez mais perto do lado verde da matriz de risco, apesar de um ligeiro aumento do índice de transmissibilidade Rt.

A "task force" da vacinação contra a Covid-19 apela a todas as pessoas que recuperaram de infeção por SARS-CoV-2, diagnosticada há pelo menos três meses e que não tenham sido ainda vacinadas, para que compareçam num centro de vacinação, recorrendo à modalidade “casa aberta, com a maior brevidade possível".

A nota enviada à redação lembra que esta modalidade está a funcionar sem restrições às faixas etárias, nem ao local de residência dos utentes.

O Governo anunciou ontem um alívio das restrições, que entra em vigor a partir de 1 de outubro. António Costa confirmou que a última fase de desconfinamento vai avançar como estava planeado, a 1 de outubro, e anunciou alterações ao uso de máscara e do certificado de vacinação, bem como a reabertura de discotecas e bares e fim do limite de lotação em vários espaços.

Matriz de risco

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.

Destaques V+