Tempo
|
A+ / A-

Covid-19

Ordem dos Médicos congratula portugueses pela adesão às vacinas

11 set, 2021 - 10:30 • Lusa

A entidade enalteceu ainda o papel dos profissionais de saúde, que têm trabalhado “em condições muito desafiantes”.

A+ / A-

A Ordem dos Médicos congratulou os portugueses pela adesão às vacinas, no momento em que se assinalam 18 meses da declaração de pandemia e nove meses desde o início da campanha de vacinação contra a Covid-19.

“O bastonário e o Gabinete de Crise para a covid-19 da Ordem dos Médicos, no momento em que se assinalam os 18 meses da declaração da pandemia e os 9 meses da maior campanha de vacinação de sempre em território nacional, vêm congratular os portugueses pela adesão à ciência, facto corroborado pela cobertura vacinal já atingida”, lê-se num comunicado enviado pela entidade.

A Ordem lembrou os dados recentemente publicados pelo Eurobarómetro, que dão conta de que “os portugueses são os europeus para quem os benefícios das vacinas mais superam os riscos (87%) e que mais defendem que a vacinação é um dever cívico (86%)”.

A entidade agradeceu também “o excelente trabalho de liderança, planeamento e organização da “task force” de Vacinação que conseguiu atingir os objetivos de cobertura vacinal contra a covid-19 em mais de 95% da população elegível com idade superior a 12 anos”, sendo que, na população total, “perto de 87% das pessoas têm já a primeira dose da vacina”.

A Ordem dos Médicos enalteceu ainda o papel dos profissionais de saúde, que têm trabalhado “em condições muito desafiantes”.

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.

  • Ivo Pestana
    11 set, 2021 Madeira 10:53
    Ao contrário da OMS Europeia, nós acreditamos na vacinação e somos otimistas. Obrigado a todos os que estão na linha da frente, também.

Destaques V+