Tempo
|
A+ / A-

PSP despeja 14 pessoas que ocupavam imóvel em Lisboa

03 set, 2021 - 15:43 • Lusa

PSP diz que um edifício, situado junto à Feira da Ladra, estava “ocupado indevidamente”. Associação Habita alega que a Polícia "não trouxe mandato e arrombou a porta sem explicar o motivo.

A+ / A-

Catorze pessoas foram despejadas esta sexta-feira de um imóvel em Lisboa pela PSP, que alega tratar-se de ocupação ilegal, tendo-as encaminhado para a esquadra da Penha de França, disse à agência Lusa a associação Habita.

O despejo do imóvel, com intervenção de agentes da PSP, teve início às 8h25, na Rua da Verónica, perto da Feira da Ladra.

“A PSP não trouxe mandato e arrombou a porta sem explicar o motivo. A rua foi cortada e não deixaram sequer a advogada chegar perto da habitação”, relatou à agência Lusa Sara Fernandes, da associação Habita, que esteve presente no local.


Seguidamente, as 14 pessoas que se encontravam a viver no edifício há alguns meses foram encaminhadas para a esquadra da Penha de França, onde ainda se encontram neste início de tarde.

“Estão a ser identificadas e a polícia diz que o processo de identificação pode levar horas”, contou Sara Fernandes.

Contactada pela Lusa, fonte do Comando Metropolitano de Lisboa da PSP (Cometlis) disse apenas que foi cumprido uma ordem de despejo de um edifício “ocupado indevidamente”.

Segundo a mesma fonte, as 14 pessoas que se encontravam na habitação “não ofereceram resistência”.

A Lusa tentou também contactar a advogada dos moradores despejados, mas até ao momento não foi possível.

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.

  • EU
    03 set, 2021 PORTUGAL 20:46
    O COMANDO Metropolitano disse " foi cumprido (a) uma ordem de despejo ". ENGRAÇADO este esclarecimento. Num determinado concelho Português, numa situação similar ou idêntica, os AGENTES que deveriam dar execução ao MANDATO, pura e simplesmente se retiraram porque os PROPRIETÁRIOS não abriram o que deveria ser ABERTO. UM País, várias ORDENS.

Destaques V+