Tempo
|
A+ / A-

Covid-19

Serviços públicos deixam de precisar de marcação prévia

01 set, 2021 - 08:20 • Lusa

A medida faz parte da segunda fase do desconfinamento por se ter atingido os 70% da população vacinada contra a Covid-19 no dia 18 de agosto.

A+ / A-

Os serviços públicos, como as Lojas do Cidadão, passam a funcionar sem marcação prévia a partir desta quarta-feira, segundo o plano de desconfinamento no âmbito da Covid-19 aprovado em Conselho de Ministros.

A medida, que integra a segunda fase do desconfinamento, foi anunciada pela ministra de Estado e da Presidência, Mariana Vieira da Silva, no dia 20 de agosto.

Esta medida integra a segunda fase do desconfinamento por se ter atingido os 70% da população vacinada contra a Covid-19 no dia 18 de agosto.

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.

Destaques V+