Tempo
|
A+ / A-

Incêndio destruiu empresa na zona industrial de Anadia

31 ago, 2021 - 13:27 • Lusa

Bombeiros conseguiram que as chamas não se alastrassem a outros armazéns. Mais de 70 operacionais no combate ao fogo.

A+ / A-
Foto: Paulo Novais/Lusa
Foto: Paulo Novais/Lusa

O incêndio que deflagrou hoje numa unidade da empresa Policarpo, na Zona Industrial do Paraimo, concelho de Anadia, entrou em fase de rescaldo às 14h30, disse fonte da Proteção Civil.

O incêndio, que atingiu uma das unidades da Policarpo, fábrica de espumas e plásticos, mobilizava, às 14:34, 25 veículos e 74 operacionais, disse à agência Lusa fonte do Comando Distrital de Operações de Socorro de Aveiro.

Segundo a presidente da Câmara de Anadia, Teresa Cardoso, a unidade afetada ficou “completamente destruída”, mas “felizmente o fogo ficou confinado” apenas a esse pavilhão.

Para além da infraestrutura da unidade, ter-se-á perdido também matéria-prima e material pronto para ser entregue, salientou a autarca, referindo que ainda se desconhece qual a origem do incêndio.

“Como é matéria delicada, como o plástico e outros produtos químicos, rapidamente o incêndio se propaga e é difícil de conter”, realçou.

A empresa, fundada em 1997, “estava num processo de ampliação e tinha comprado um outro lote contíguo à empresa”, sublinhou Teresa Cardoso.

Não foram registados quaisquer feridos com o incêndio.

[notícia atualizada às 14h58]

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.

Destaques V+