Tempo
|
A+ / A-

Covid-19: 20 mil utentes vacinados até às 10h30. Há centros encerrados por falta de adesão

22 ago, 2021 - 12:03 • Redação

Depois de uma afluência acima das expectativas no sábado - foram vacinadas 128 mil pessoas - os números de utentes vacinados este domingo apontam para um dia bem mais calmo.

A+ / A-

Veja também:


O ritmo abrandou ligeiramente em relação ao sábado, mas o processo da vacinação dos jovens entre os 12 e os 15 anos continua e a task force informa que já foram vacinadas, até às 10h30 deste domingo, 20 mil pessoas.

Segundo contou a coordenação do processo de vacinação contra a Covid-19, os dados finais em relação ao sábado apontam para a vacinação de 128 mil utentes, 115 mil desses foram jovens entre os 12 e os 15 anos.

Entre 19 e 21 de agosto, foram efetuados mais de 47 mil pedidos de auto-agendamento para jovens com idades compreendidas entre os 12 e 17 anos, para serem vacinados nos fim de semana de 28 e 29 de agosto.

A baixa afluência este domingo, em relação à elevada adesão no sábado, levou a que alguns centros de vacinação fossem encerrados e, por consequência, os agendamentos nesses centros foram adiados para segunda-feira.

A RTP noticia ainda que 10 dos 38 centros de vacinação na cidade de Lisboa estão encerrados. A Administração Regional de Saúde (ARS) da região de Lisboa e Vale do Tejo contou que apenas 28 locais estão a funcionar este domingo.

No sábado, o vice-almirante Henrique Gouveia e Melo, coordenador da task force, elogiou a adesão dos jovens e salientou que Portugal estava a dar "uma lição ao mundo", dada a fraca prevalência do negacionismo.

"Acho que é um povo fantástico, a tal barreira do negacionismo que existe noutros países, é muito pequena em Portugal. É um ato básico de civismo, estamos a dar uma lição ao mundo", disse o militar.

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.

Destaques V+