Tempo
|
A+ / A-

Dominado incêndio que lavra em Odemira há mais de 24 horas

19 ago, 2021 - 18:59 • Redação com Lusa

A combater as chamas estavam, pelas 19h00, 651 operacionais, com o apoio de cinco meios aéreos e 217 viaturas.

A+ / A-

O incêndio que deflagrou ao início da tarde de quarta-feira na zona de Sabóia, no concelho alentejano de Odemira, foi considerado dominado às 18h40 de hoje, revelou a Proteção Civil.

Contactado pela agência Lusa, o Comando Distrital de Operações de Socorro (CDOS) de Beja indicou que o fogo “entrou em resolução”, ou seja, ficou dominado, “às 18h40”.

De acordo com a página na Internet da Autoridade Nacional de Emergência e Proteção Civil (ANEPC), encontravam-se ainda envolvidos no combate ao fogo, às 18h55, 652 operacionais, apoiados por 218 viaturas e cinco meios aéreos.

O incêndio, que deflagrou pouco depois das 13h00 de quarta-feira, junto ao lugar de João Martins, na freguesia de Sabóia, já consumiu “largas centenas de hectares”, numa zona de povoamento misto, com mato, eucaliptos, montado de sobro e pinheiros, revelou hoje a Proteção Civil, numa primeira estimativa sobre a área ardida.

O levantamento mais rigoroso da área ardida no concelho de Odemira ainda vai ter de ser efetuado pela GNR.

A operação de combate tem estado a envolver meios dos bombeiros e da Força Especial de Proteção Civil, assim como a AFOCELCA, GNR e Instituto da Conservação da Natureza e das Florestas (ICNF).

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.

Destaques V+