Tempo
|
A+ / A-

Manuais escolares. Já foram disponibilizados 1,2 milhões de "vouchers"

11 ago, 2021 - 18:30 • Lusa

Estes vales são disponibilizados gradualmente, à medida que as turmas são constituídas. A informação é disponibilizada pelas escolas.

A+ / A-

A distribuição dos vales para a aquisição de manuais de novos manuais escolares foi antecipada, havendo já 1,2 milhões disponibilizados, informou o Ministério da Educação, esta quarta-feira.

Estava previsto que os "vouchers" que as famílias vão poder trocar por novos manuais só começassem a ser distribuídos a partir de 16 de agosto, para os alunos dos anos de continuidade, mas esse trabalho foi antecipado.

Segundo Ministério da Educação, estes vales são disponibilizados gradualmente, à medida que as turmas são constituídas e que essa informação é disponibilizada pelas escolas.

"Por essa razão, os encarregados de educação devem estar atentos à plataforma, visitando-a ao longo do tempo, sendo também avisados da disponibilização dos "vouchers" através de correio eletrónico", refere a tutela em comunicado.

Para aceder a estes vales, os encarregados de educação devem registar-se na plataforma MEGA ou descarregar a "app" "Edu Rede Escolar", onde os "vouchers" ficam disponíveis a partir do momento em que as escolas exportarem todos os dados necessários na plataforma.

A partir destes dispositivos, passam a ter acesso aos dados escolares dos seus educandos e aos respetivos "vouchers" para os manuais escolares, bem como à lista das livrarias aderentes, onde poderá ser feito o levantamento.

Na próxima semana começam a ser distribuídos os "vouchers" para os alunos dos anos de início de ciclo, ou seja, 1.º, 5.º, 7.º e 10.º ano.

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.

Destaques V+