Tempo
|
A+ / A-

Incêndios

Fogo em Santa Maria da Feira combatido por 116 operacionais e 5 meios aéreos

31 jul, 2021 - 19:09 • Lusa

Segundo os bombeiros, não há habitações em risco.

A+ / A-

Um incêndio em mato e floresta deflagrou este sábado nas freguesias de Canedo, Vale e Vila Maior, concelho de Santa Maria da Feira (Aveiro) e está a ser combatido por 116 operacionais, com 32 viaturas e cinco meios aéreos.

Fonte do Comando Distrital de Operação de Socorros (CDOS) de Aveiro relatou à Lusa que o alerta de incêndio foi dado pelas 16h49 deste sábado, mas não está a colocar "nenhuma povoação em risco até ao momento".

O incêndio continuava ativo pelas 18h45, ardendo em "mato e floresta", acrescentou a mesma fonte.

Portugal tinha este sábado 47 concelhos do interior Norte e Centro e da região do Algarve com risco máximo de incêndio, segundo o Instituto Português do Mar e da Atmosfera (IPMA).

Em risco muito elevado de incêndio o IPMA colocou cerca de uma centena de municípios dos distritos de Lisboa, Braga, Faro, Leiria, Castelo Branco, Viseu, Coimbra, Aveiro, Guarda, Viana do Castelo, Vila Real, Bragança, Porto, Portalegre e Beja.

Outros cerca de 80 concelhos dos distritos de Évora, Setúbal, Lisboa, Portalegre, Faro, Santarém, Porto, Viana do Castelo, Braga e Vila Real estão em risco elevado.

O risco de incêndio determinado pelo IPMA tem cinco níveis, que vão de reduzido a máximo.

Os cálculos são obtidos a partir da temperatura do ar, humidade relativa, velocidade do vento e quantidade de precipitação nas últimas 24 horas.

O período crítico de incêndios dura até final de setembro e, até lá, é proibido fazer queimadas extensivas ou queima de amontoados sem autorização, usar fogareiros ou grelhadores em todo o espaço rural, e fumar ou fazer qualquer tipo de lume nos espaços florestais.

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.

Destaques V+