Tempo
|
A+ / A-

Boletim DGS

Covid-19. Mais 14 mortes em dia com descidas nos internamentos, casos ativos, incidência e R(t)

30 jul, 2021 - 13:49 • Hélio Carvalho , Joana Gonçalves

Estão internadas 924 pessoas (menos 30 que na quinta-feira). Dessas, 199 estão nos cuidados intensivos.

A+ / A-

Veja também:


Portugal registou esta sexta-feira mais 14 mortes pela Covid-19 e mais 2.595 casos, segundo os dados do mais recente boletim epidemiológico da Direção-Geral da Saúde (DGS). No total, morreram 17.344 pessoas por Covid-19 desde o início da pandemia e foram registados 966.041 casos.

O índice de transmissibilidade, o R(t), desceu novamente e está agora abaixo de 1 no país, fixando-se em 0.98. A taxa de incidência também desceu, para 419,2 casos por 100 mil habitantes nos últimos 14 dias.

Tal como os novos casos e a incidência, também os internamentos caíram. Estão internadas 924 pessoas devido à doença - menos 30 em relação ao dia anterior. Dessas, 199 estão em unidades de cuidados intensivos, menos do que na quinta-feira.

Recuperaram da Covid-19 mais 3.331 pessoas, elevando o total para 897.886 recuperados.

Em relação aos casos ativos, o número desceu também para 50.811, menos 750 em relação ao dia anterior. O número de casos ativos resulta da subtração dos recuperados e dos óbitos ao total de casos.

Dos 2.595 novos casos, 950 foram registados na região Norte. Em Lisboa e Vale do Tejo, foram registados 913 novos casos, na região Centro 289 casos, na região do Alentejo 130 casos e na região do Algarve 234 casos.

Todas as regiões do Continente registaram óbitos por Covid-19 esta sexta-feira. O Norte lidera, com cinco mortes, seguido da região de LVT com quatro mortes, o Alentejo e o Algarve com duas mortes cada região e o Centro com uma morte.

Nas faixas etárias, continua a ser nas faixas mais jovens onde são registados mais novos casos. Entre os 10 e os 39 anos, foram registados 60% dos novos casos, com a faixa dos 20 aos 29 a registar 643 casos de Covid-19.

Mas se a incidência se revela mais predominante nas faixas mais jovens, a mortalidade continua a afetar mais os mais velhos. Das 14 mortes registadas, morreram oito pessoas com 80 ou mais anos. Três mortes foram registadas entre os 70 e os 79 anos, duas mortes entre os 60 e os 69 anos e uma morte entre os 40 e os 49 anos.

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.

Destaques V+