Tempo
|
A+ / A-

estudo

​Só duas em cada 10 casas para vender ou alugar têm ar condicionado

16 jul, 2021 - 12:00 • Sandra Afonso

É mais fácil comprar casas climatizadas do que arrendar. Há três cidades que não têm casas para arrendar com ar condicionado: Beja, Guarda e Portalegre.

A+ / A-

Apesar das altas temperaturas que se fazem sentir no verão em Portugal, assim como os invernos rigorosos em algumas regiões, não é fácil encontrar casas disponíveis no mercado com ar condicionado.

De acordo com o estudo agora divulgado pelo Idealista, apenas 21% das casas para comprar ou arrendar no país têm sistema de ar condicionado, e são sobretudo para venda.

Faro, Viseu e Braga: as cidades com mais casas climatizadas

Apesar do interior do Alentejo registar as temperaturas mais elevadas no país, é Faro que tem mais habitações com ar condicionado. Aqui, 41% das casas no mercado são climatizadas.

Logo atrás de Faro, com mais sistemas instalados, surgem Viseu (38%), Braga (33%), Aveiro (26%), Lisboa (25%) e Coimbra (20%). No Porto só 19% dos imóveis disponíveis para venda ou arrendamento têm ar condicionado, uma percentagem inferior à média nacional (21%).

No extremo oposto desta lista, com menos sistemas de climatização, está a Guarda, onde apenas 1% das casas anunciadas têm ar condicionado. Em Bragança, a oferta de habitação climatizada chega aos 4% e, em Vila Real, sobe para 5%.

Pior estão Beja, Portalegre e Évora, que nem sequer entram nestas estatísticas, porque não têm casas disponíveis para compra au aluguer com climatização. Segundo a nota do Idealista, nestas cidades a maior parte das casas no mercado não está preparada para enfrentar o calor.

Mais fácil encontrar ar condicionado em casas à venda

As habitações para arrendamento são menos climatizadas. Segundo este trabalho, só 19% das ofertas têm sistemas instalados. Já entre as casas que estão à venda, a climatização sobe para 21%.

Por cidades, em Lisboa 26% da oferta para compra é climatizada, contra 21% da oferta para arrendamento. Esta é uma tendência que se repete nas restantes cidades: Braga (venda: 35%; arrendamento: 18%), Coimbra (venda: 22%; arrendamento: 7%), Faro (venda: 42%; arrendamento: 28%), Viseu (venda: 39%; arrendamento: 29%) e Aveiro (venda: 26%; arrendamento 16%).

Já no Porto, há tantas casas climatizadas para arrendar como para vender, 19%.

Tendência diferente é visível em Évora, onde apenas 15% das casas que estão à venda são climatizadas, enquanto no arrendamento essa percentagem sobe para 27%. Também no funchal, há mais casas para arrendar com A/C (19%) do que para comprar (12%).

Para este estudo o Idealista analisou mais de 300 mil ofertas de casas, para venda e arrendamento, anunciadas na sua base de dados no dia 12 de julho.

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.

Destaques V+