Tempo
|
A+ / A-

Covid-19: Autoagendamento disponível para maiores de 30 anos

01 jul, 2021 - 16:30 • Redação

[em atualização]

A+ / A-

Veja também:


O autoagendamento online da vacina contra a Covid-19 ficou disponível para maiores de 30 anos desde a tarde desta quinta-feira.

O pedido de agendamento pode ser efetuado no site da Direção-Geral da Saúde criado para o efeito.

Até agora, o autoagendamento era possível para pessoas com mais de 33 anos.

As pessoas entre os 18 e os 29 anos começam a ser vacinadas contra a covid-19 na próxima semana e estão a ser analisadas estratégias para convencer os mais jovens a vacinarem-se, anunciou esta quinta-feira a "task force".

"A semana que se inicia a 4 de julho é a data estimada para o início da vacinação, por ordem decrescente, da faixa etária dos 18 aos 29 anos", adiantou à agência Lusa fonte da estrutura que coordena a logística da vacinação.

Numa fase inicial, a vacinação desta faixa etária será feita através do agendamento central, com os utentes a receberem uma mensagem SMS ou um telefonema dos serviços de saúde, mas o autoagendamento ficará, gradualmente, disponível até aos 18 anos.

A "task force´ coordenada pelo vice-almirante Henrique Gouveia e Melo adianta que "estão em estudo algumas ações que poderão vir a ser implementadas para apelar os mais jovens à vacinação".

Um estudo da Escola Nacional de Saúde Pública da Universidade Nova de Lisboa, divulgado terça-feira, indica que 85,7% dos jovens entre os 16 e os 25 pretendem ser vacinado, mas 14,3% ainda não decidiram se vão receber a vacina contra o vírus SARS-CoV-2.

Portugal regista esta quinta-feira mais cinco mortes e 2.449 novos casos de Covid-19, indica o boletim epidemiológico da Direção-Geral da Saúde.

É o segundo dia consecutivo com mais de duas mil infeções e Portugal continua na zona vermelha da matriz de risco, mas sem aumento da incidência e do Rt.

Matriz de Risco Covid

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.

Destaques V+