Tempo
|
Autárquicas 2021
35,37%
145Câmaras
13,68%
71Câmaras
11,06%
29Câmaras
8,02%
18Câmaras
5,63%
18Câmaras
4,14%
0Câmaras
2,66%
0Câmaras
1,51%
5Câmaras
1,21%
0Câmaras
12,56%
11Câmaras
  • Freguesias apuradas: 3066 de 3092
  • Abstenção: 46,22%
  • Votos Nulos: 1,60%
  • Votos em Branco: 2,53%

A+ / A-

Covid-19. Portugal regista cinco mortes com vacinação completa

17 jun, 2021 - 16:32 • Redação

Direção-Geral de Saúde esclarece que quatro dos casos eram pessoas com mais de 80 anos.

A+ / A-

Portugal regista cinco óbitos que já tinham o esquema vacinal completo, segundo esclareceu a Direção-Geral de Saúde à Renascença.

De acordo com os dados disponibilizados, quatro das cinco mortes foram em casos de pessoas com 80 ou mais anos.

Dos cerca de dois milhões de pessoas em Portugal que já estão totalmente vacinadas contra a Covid-19 há mais de 14 dias, há 1.231 casos de infeção registados. Desses, 37% estavam na faixa etária dos 80 e mais anos, e 8% dos 70 aos 79 anos, estando os restantes distribuídos nas outras faixas etárias.

Dos 1.231 casos de infeção, registam-se 26 pessoas internadas com diagnóstico principal por Covid-19 e 17 pessoas com diagnóstico secundário. Dos internados com diagnóstico principal de Coivid-19, 77% tem mais de 80 anos.

Nas pessoas com esquema vacinal completo, a equipa médica ou de saúde pública pode requerer investigações suplementares, como a sequenciação genética do vírus.

Portugal regista, esta quinta-feira, mais 1.233 casos e duas mortes por Covid-19, avança o boletim epidemiológico da Direção-Geral da Saúde (DGS). Nos hospitais estão internadas 364 pessoas, mais 13 em relação ao dia anterior.

Em unidades de cuidados intensivos há agora 88 pessoas internadas, uma subida de cinco pacientes em 24 horas.

Lisboa e Vale do Tejo (LVT) tem mais 804 casos de Covid-19 e uma morte. O Governo anunciou que decidiu retomar a proibição de circular de e para a Área Metropolitana de Lisboa ao fim de semana. A medida entra em vigor às 15h00 de sexta-feira.

De acordo com o boletim da DGS, o Norte registou no último dia 196 novas infeções e um óbito, o Centro tem 81 casos, o Alentejo 47, o Algarve 73, a Madeira 12 e os Açores 21.

[Atualizado às 16h43]

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.

  • Maria Cecilia Betten
    18 jun, 2021 Alverca 00:20
    Sinceramente não sei aonde vamos parar com tantos avanços e recuos...! Será que ainda não perceberam que este vírus veio para ficar, não tem bilhete de ida e volta??!! Por aqui se vê o efeito de certificação da vacina... Agora encurtam o tempo de intervalo das tomas, para torna la mais eficaz. Estão a fazer das pessoas nítidas cobaias...! Agora pergunto: o Presidente da República não teve voto na matéria nesta decisão tomada pelo governo??!! Onde está a autoridade tão desejada do nosso Presidente?! É também pergunto:o que vai ser de tantas famílias que anseiam por trabalhar, especialmente as que vivem da hotelaria e restauração?! No tempo de Salazar, houve a gripe asiática e que eu saiba, a vida cá fora continuou, nada parou, só não saia de casa quem se encontrava doente e não havia cá máscaras e desinfectantes nem tão pouco restrições à nossa liberdade de circulação, que até setas e se tinhas põem no chão, com medo que o vírus ataque...!! O vírus ataca em qualquer lugar, não sabemos onde ele está, é microscópico... meus queridos amigos deixem se de medriquices, deixem se de carneirices e vamos viver a vida pois virus toda a vida houve e cada mais hão de haver... E já agora o melhor desinfectante é água e sabão, e não essa porcaria do gel e álcool que nem sabemos as misturas que vão para aí... Quando todos já se tiverem esquecido desta pandemia, quem vai lucrar são os dermatologistas, com tanta doença de pele e alergias a esse produto... Viva a vida! M. C. Bettencourt

Destaques V+