Tempo
|
Tudo o que precisa de saber sobre o Mundial 2022 Últimas Notícias Mundial 2022
Tudo o que precisa de saber sobre o Mundial 2022 Últimas Notícias Mundial 2022
Tudo o que precisa de saber sobre o Mundial 2022 Últimas Notícias Mundial 2022
A+ / A-

Lisboa. Farmácias estão a fazer entre cinco e seis mil testes Covid-19 por semana

26 mai, 2021 - 11:38 • Anabela Góis

As empresas da região não estão a recorrer a programa de testes gratuitos.

A+ / A-

As farmácias de Lisboa estão a fazer em média de cinco a seis mil testes Covid-19 por semana.

De acordo com a Associação Nacional de Farmácias (ANF), o número tem aumentado desde 31 de março, quando arrancou o programa “Lisboa protege”, que permite aos residentes fazerem dois testes gratuitos por mês.

Já quanto às empresas a adesão é muito inferior.

A ANF diz à Renascença que foram pedidos apenas cerca de 30 vouchers que dão acesso ao teste nas farmácias, sendo que o número dos que realmente o fizeram é residual.

Ao abrigo deste programa as empresas e os comerciantes do concelho de Lisboa podem pedir dois testes por mês por cada trabalhador, mesmo que resida fora do concelho.

Num universo de 5.100 empresas estão inseridos mais de seis mil trabalhadores e, segundo, as contas do jornal “Público”, mais de metade das empresas são restaurantes e as restantes são comércios.

Desde que se iniciou a vacinação contra a Covid-19, a 27 de dezembro de 2020, Portugal já recebeu 5.728.470 vacinas, tendo sido distribuídas pelos postos de vacinação do território continental e pelas regiões autónomas 5.126.418 doses.

Entretanto, foi anunciado que a vacinação amaiores de 30 e 40 anos será antecipada em todo o país. Assim, a partir de 6 de junho vão começar a ser vacinados os que tem mais de 40 anos e a partir de 20 de junho os de 30 anos de idade.

Em Portugal, morreram 17.021 pessoas dos 845.840 casos de infeção confirmados, de acordo com o último boletim da Direção-Geral da Saúde.

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.

Destaques V+