Tempo
|
A+ / A-

Censos 2021. INE garante segurança da plataforma mas suspende contrato com a Cloudfare

27 abr, 2021 - 23:22 • André Rodrigues

Decisão foi tomada depois de a Comissão Nacional de Proteção de Dados ter levantado reservas quanto à segurança da plataforma de recolha dos Censos 2021. INE suspendeu contrato com a Cloudfare, empresa norte-americana responsável pela segurança da plataforma e reafirma que todo o processo é seguro para os dados dos utilizadores.

A+ / A-

O Instituto Nacional de Estatística (INE) suspendeu o contrato com a com a empresa Cloudflare, que fornece serviços de segurança na Internet e proteção de servidores contra ataques informáticos.

A decisão foi anunciada esta terça-feira, através de um comunicado, e surgiu depois de a Comissão Nacional de Proteção de Dados (CNPD) ter suscitado “dúvidas relativamente ao enquadramento jurídico da subscrição de serviços de desempenho e segurança no âmbito da operação censitária com a empresa Cloudflare”.

Na resposta, o INE assegura que a "a plataforma de recolha dos Censos 2021 é segura", mas, ainda assim, decidiu “suspender totalmente a subscrição destes serviços para que não subsistam quaisquer dúvidas no âmbito da segurança da informação".

O INE acrescenta que “o resultado desta ação não irá afetar a segurança do site do Censos 2021, continuando a ser assegurada a total proteção dos dados pessoais. A forma de resposta pela população não será igualmente afetada, mas poderá ocorrer uma diminuição da rapidez de acesso ao site de recolha dos Censos”.

Tópicos
Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.

Destaques V+