Tempo
|
A+ / A-

Covid-19: Recuperados há mais de seis meses serão vacinados a partir do fim de maio

21 abr, 2021 - 13:03 • Lusa

A diretora-geral da Saúde anunciou hoje que quem recuperou da covid-19 há mais de seis meses começará a ser vacinado no final de maio, assim que terminar a vacinação das pessoas com mais de 60 anos.

A+ / A-

Veja também:


Quem recuperou da covid-19 há mais de seis meses começará a ser vacinado no final de maio, assim que terminar a vacinação das pessoas com mais de 60 anos, anunciou esta quarta-feira a diretora-geral da Saúde, Graça Freitas.

Numa conferência de imprensa no Infarmed para balanço do plano de vacinação e anúncio de alguns ajustamentos, Graça Freitas sublinhou que as pessoas que recuperaram da doença "nunca foram esquecidas", frisando que a escassez de vacinas levou as autoridades a tomar a opção de não as vacinar, até porque a infeção confere alguma imunidade.

"Foi uma opção, tendo em conta a escassez de vacinas, não administrar vacinas a pessoas já com alguma imunidade natural [da infeção] quando tínhamos população sem qualquer imunidade", afirmou.

Adiantou ainda que após estarem vacinadas as pessoas com mais de 60 anos, o que se prevê aconteça no final de maio, serão vacinados os recuperados que tenham tido a doença há mais de seis meses.

Num comunicado conjunto, a Ordem dos Médicos, o Sindicato Independente dos Médicos e a Federação Nacional dos Médicos defenderam hoje que estes profissionais, por estarem na linha da frente, mesmo que tenham tido a doença devem ser vacinados, pois a imunidade não permanece ao longo do tempo.

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.

Destaques V+