Tempo
|
A+ / A-

Almeida Henriques. Funeral reservado, mas com cortejo por Viseu

05 abr, 2021 - 09:48 • Marta Grosso

O autarca morreu no domingo, vítima de complicações respiratórias provocadas pela Covid-19. Cerimónias fúnebres estão reservadas a família e amigos próximos por causa da pandemia.

A+ / A-

Realiza-se nesta segunda-feira, dia 5 de abril, às 16h00, as cerimónias fúnebres do presidente da Câmara de Viseu, António Almeida Henriques. Segundo uma nota do município, “serão privadas e reservadas à família e amigos mais próximos”, devido “às restrições impostas pela pandemia da Covid-19”.

Almeida Henriques morreu no domingo de manhã e a Câmara decretou três dias de luto municipal.

“Atendendo ao carinho demonstrado por todos os viseenses, a deslocação da urna, entre o Hospital de São Teotónio e o cemitério, irá passar pelas principais artérias da cidade de Viseu”, avança o comunicado do município.

Pretende-se evitar a concentração de pessoas num só local, cumprindo as orientações das autoridades de saúde, mas permitindo “que os viseenses possam, ainda assim, despedir-se e prestar uma última homenagem” ao seu presidente.

Assim, pelas 16h00, a urna partirá da Rua Prof. Egas Moniz (junto ao hospital) e passará por “algumas das ruas principais da cidade, como, por exemplo, a Av. Alexandre Herculano e na rotunda de Santa Cristina”.

“Seguirá depois pelo centro histórico, com passagens na Praça Dom Duarte, na Rua do Adro, Largo Pintor Gata, Largo Major Teles, rotunda Dom João I e Av. 25 de Abril. O trajeto inclui em seguida a passagem pelos Paços do Concelho, continuando pela Av. Europa e terminando no cemitério de Abraveses”, refere o comunicado.

A Câmara Municipal de Viseu apela a todos os cidadãos “que cumpram as normas da autoridade de saúde e evitem aglomerações de qualquer género”.

Agradecendo a “onda de solidariedade” das “últimas horas, bem visível nas milhares de mensagens que têm chegado pelos diferentes canais e dos mais variados quadrantes da sociedade portuguesa”, o município reforça o apelo “ao respeito de todos pela privacidade da família neste momento de enorme sofrimento”.

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.

Destaques V+