Tempo
|
A+ / A-

Covid-19. Portugal alcança o número mais baixo de doentes em UCI desde novembro

09 mar, 2021 - 13:25

Número de internados e de internados em cuidados intensivos continua a decrescer consistentemente. Esta terça-feira, registaram-se 847 infetados e mais 30 mortos.

A+ / A-

Veja também:


Portugal regista esta terça-feira mais 30 mortes e 847 novos casos de Covid-19, indica o boletim epidemiológico da Direção-Geral da Saúde (DGS).

Nos hospitais portugueses estão internados 1278 doentes com Covid-19, uma redução de 125 pacientes nas últimas 24 horas.

Em unidades de cuidados intensivos há agora menos 30 internados, num total de 312 pacientes.

É o número mais baixo de internamentos em UCI desde 2 de novembro do ano passado.

Portugal tem 60.493 casos ativos do novo coronavírus, uma descida de 1.055 no espaço de um dia.

Recuperaram da doença 1.872 pessoas nas últimas 24 horas. Desde o início da pandemia, há um ano, mais de 734 mil pessoas ficaram curadas do novo coronavírus.

Há esta terça-feira pouco mais de 22 mil pessoas em contactos de vigilância, uma descida de 1.632 no espaço de um dia.

Desde a detenção dos primeiros casos de Covid-19 em Portugal, a 2 de março do ano passado, estão confirmados 16.595 mortes e 811.306 infeções pelo novo coronavírus.


Evolução do número de Internados por Covid-19

Numa análise por regiões, Lisboa e Vale do Tejo (LVT) tem mais 20 mortes e 288 novos casos e o Norte três óbitos e 147 infeções.

A região Centro regista esta terça-feira mais seis mortes e 63 casos, o Alentejo três infeções e o Algarve quatro casos.

Nas regiões autónomas, a Madeira foi a região em que mais casos se registaram no país, num total de 344. Mas a DGS, alerta que os dados apresentados da RA da Madeira, 92% dos casos teve um período entre o diagnóstico e notificação superior a 48 horas, decorrente de intercorrências informáticas de um laboratório na região e que se encontram em processo de regularização. Já nos Açores não há casos nem mortes por Covid-19.


NÚMERO DE CASOS DE COVID-19 DIÁRIOS EM PORTUGAL


Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.

  • António dos Santos
    09 mar, 2021 Coimbra 20:46
    Os dados dos novos casos, são uma falácia. Esta afirmação baseia-se na baixa testagem. Está na altura de correr com a directoriazinha da DGS e as comissões internas, que têm demonstrado uma incompetência total, na pandemia. Porque chegámos a esta situação por atitudes desconexas e contraditórias.

Destaques V+