Tempo
|
A+ / A-

Pedidos de ajuda a crescer

​Banco Alimentar assinala 30 anos com apelo à solidariedade

22 jan, 2021 - 11:01 • Cristina Nascimento

Instituição entrega 110 mil quilos de alimentos por dia, apoia mais de 450 mil pessoas, das quais mais de 60 mil pediram ajuda durante a pandemia.

A+ / A-

O Banco Alimentar apela aos portugueses para que sejam ainda mais solidários numa altura em que estão a aumentar os pedidos de ajuda.

“É preciso que todos aqueles que podem, mesmo que possam pouco, aumentem os seus contributos para que o Banco Alimentar Contra a Fome esteja em condições de responder com efetividade ao aumento exponencial das necessidades alimentares de muitos dos nossos concidadãos, que se encontram perante uma situação de absoluta e dramática carência”, apela a instituição num comunicado.

Na véspera de assinalar 30 anos, o Banco Alimentar lembra que entregam 110 mil quilos de alimentos por dia e que está a apoiar mais de 450 mil pessoas, das quais mais de 60 mil pediram ajuda durante a pandemia.

“Hoje mais 60.000 pessoas, número que continua a crescer, vieram-se juntar às famílias que já recebiam apoio dos Bancos Alimentares antes da pandemia, vítimas de uma crise económica sem precedentes, num total superior a 450 mil pessoas apoiadas”, acrescenta a nota.

No balanço dos 30 anos de atividade, o Banco Alimentar lembra que em Portugal estão em funcionamento 21 Bancos Alimentares Contra a Fome e que "foi possível estender o projeto a países como Angola, Cabo Verde e Moçambique, onde hoje a sua atividade replica modelo idêntico".

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.

Destaques V+