Tempo
|
A+ / A-

Web Summit 2020 arranca esta quarta-feira

02 dez, 2020 - 11:30 • Redação

A sessão de abertura está marcada para o meio-dia, com intervenções de António Costa, Fernando Medina e Paddy Cosgrave, cofundador da Web Summit. Este ano, a conferência vai acontecer exclusivamente online por causa da pandemia de Covid-19.

A+ / A-

A Web Summit 2020 arranca esta quarta-feira. Lisboa volta a receber uma das maiores conferências de tecnologia, inovação e empreendedorismo do mundo.

A sessão de abertura está marcada para o meio-dia, com intervenções do primeiro-ministro, António Costa; do presidente da Câmara de Lisboa, Fernando Medina; e de Paddy Cosgrave, o cofundador da Web Summit.

Este ano não haverá as tradicionais enchentes no Pavilhão Atlântico. A conferência vai acontecer exclusivamente online por causa da pandemia de Covid-19.

Entre quarta e sexta-feira, vão ser três dias de conversas com personalidades do mundo da tecnologia, negócios, política, artes e desporto.

A presidente da Comissão Europeia, Ursula Von der Leyen; o presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa; a ativista Malala Yousafzai; o realizador Ridley Scott; Ellen Weintraub, da comissão eleitoral dos Estados Unidos; Nikolay Storonsky, da Revolut; a tenista Serena Williams, o treinador José Mourinho e os jogadores Ricardo Quaresma e Pepe são apenas alguns dos convidados (consulte o programa completo).

Os jornalistas da Renascença, rádio oficial da Web Summit, vão entrevistar, esta quarta-feira, o já mencionado Pepe (14h30) e o ministro da Ciência e Ensino Superior, Manuel Heitor (15h05).

Na quinta-feira, uma entrevista a Cristina Ferreira, da Indico Capital (14h35), e um painel com Daniela Braga, da DefinedCrowd, e com o antigo comissário europeu Carlos Moedas, administrador da Gulbenkian (16h35).

Saiba Mais
Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.

Destaques V+