Tempo
|
A+ / A-

Festa do Avante. Normas da DGS permitem concertos sem cadeiras

25 ago, 2020 - 21:03 • Eunice Lourenço

Orientações permitem espetáculos como o PCP pretende fazer na Festa do Avante: em pé, com lugares marcados no chão.

A+ / A-

Os lugares têm de ser marcados, mas as cadeiras não são obrigatórias. As normas da Direção Geral da Saúde (DGS) sobre a utilização de equipamentos culturais permitem ao PCP realizar os concertos como pretende na Festa do Avante: com os espetadores em pé.

Este é um dos assuntos ainda em negociação entre a DGS e a organização da festa anual comunista. Ainda na segunda-feira, a diretora-geral da Saúde, Graça Freitas, disse que as negociações prosseguem e lembrou que a responsabilidade pelo cumprimento das regras é da entidade organizadora. Graça Freitas também explicou que a Festa do Avante tem várias vertentes e que cada segmento terá regras próprias, de acordo com as orientações especificas. Ou seja, a zona de comidas terá de cumprir as regras para a alimentação, os concertos terão de cumprir as regras dos concertos.

E as regras para os concertos podem incluir-se nas orientações da DGS para os espaços culturas, publicadas ainda na fase de mitigação da pandemia, em maio. No que diz respeito a espetáculos ao ar livre, as orientações são que “os recintos de espetáculo devem estar devidamente delimitados, permitir o acesso apenas aos titulares de bilhete de ingresso”. Mesmo em espetáculos gratuitos, que não é o caso do Avante, tem de haver controlo de entradas.

Quanto aos lugares, “devem estar previamente identificados (ex. cadeiras, marcação no chão, outros elementos fixos), dando preferência a lugares sentados, cumprindo um distanciamento físico entre espectadores de 1,5 metros”. Ou seja, a DGS recomenda lugares sentados, mas não impõe. Uma das possibilidades admitidas nestas orientações é a marcação de lugares no chão, como o PCP pretende e como já tem feito em comícios. E como foi feito no 1 de maio.

As orientações da DGS sobre espetáculos ao ar livre também dizem que “se existir palco, deve ser garantida uma distância mínima de pelo menos dois metros entre a boca de cena e a primeira fila de espectadores” e “os intervalos, sempre que possível, devem ser evitados ou reduzidos ao mínimo indispensável, de forma a evitar a deambulação de espectadores”.

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.

Destaques V+