Tempo
|
A+ / A-

​Covid-19: Camisola de Cristiano Ronaldo vai a leilão para ajudar mais desfavorecidos

22 jun, 2020 - 08:21 • Lusa

Receitas revertem a favor do “Fundo Emergência abem: COVID-19”, que se destina a dar acesso a medicamentos, produtos e serviços de saúde aos cidadãos que ficaram economicamente mais vulneráveis em consequência da atual pandemia.

A+ / A-

Veja também:


Uma camisola da Juventus assinada pelo futebolista português Cristiano Ronaldo vai ser leiloada, a partir desta segunda-feira, para ajudar o “Fundo Emergência abem: covid-19”, que se destina a ajudar os que ficaram mais desfavorecidos na sequência da pandemia.

A camisola autografada pelo futebolista será leiloada até 6 de julho na plataforma digital eSolidar, adianta em comunicado a Associação Dignitude, promotora da iniciativa. A base de licitação é de 250 euros.

As receitas vão reverter a favor do “Fundo Emergência abem: COVID-19”, que se destina “a dar acesso a medicamentos, produtos e serviços de saúde aos cidadãos que ficaram economicamente mais vulneráveis em consequência da atual pandemia”.

“A mais alta [licitação] levará para casa uma camisola assinada pelo melhor jogador de futebol do mundo, ao mesmo tempo que permitirá levar saúde a quem mais precisa”, sublinha.

O fundo de emergência conta já com a participação de 40 câmaras municipais, de juntas de freguesias, da Cáritas, de Misericórdias e de instituições particulares de solidariedade social (IPSS), responsáveis por referenciar os cidadãos em situação de carência socioeconómica, apoiando-os no acesso aos medicamentos de que precisam para viver.

A Dignitude salienta que o número de participantes “duplicou em apenas um mês”, sendo “expectável que se verifique um crescimento exponencial de beneficiários nas próximas semanas, devido ao agravamento decorrente de situações de desemprego e situações de 'lay-off' em empresas”.

Os cidadãos também podem fazer donativos para o fundo emergência, através de transferência bancária para o IBAN: PT50.0036.0000.99105930085.59, pelo ‘MB WAY’: 932 440 068, no website www.abem.pt ou na página de Facebook do abem:.

Esta iniciativa é apoiada pela Portugal Inovação Social, através de Fundos da União Europeia.

Criada a 04 de novembro de 2015, a Associação Dignitude, uma IPSS, tem por missão “o desenvolvimento de programas solidários de grande impacto social, que promovam a qualidade de vida e o bem-estar dos portugueses”.

A Dignitude tem como fundadores António Arnaut, António Ramalho Eanes, Francisco Carvalho Guerra, João Gonçalves da Silveira, João Cordeiro. Maria de Belém Roseira e Odette Santos Ferreira.

O Programa abem: Rede Solidária do Medicamento tem como objetivo “permitir o acesso, de forma digna, aos medicamentos prescritos a quem não tem capacidade financeira para os adquirir, cobrindo, no receituário, o valor não comparticipado pelo Estado”

A nível nacional, o Programa já apoiou 14.812 beneficiários de 8.164 famílias, dos quais 12% são crianças. Já foram adquiridas, ao abrigo do abem 569.788 embalagens de medicamentos, desde o seu início, em maio de 2016.

A avaliação de Impacto social do projeto, segundo a metodologia SROI – Retorno Social do investimento – revela que o Programa gerou nos dois primeiros anos um retorno social de 6,9 milhões de euros, mostrando que cada euro investido teve um impacto social valorizado em 7,8 euros.

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.

Destaques V+