Tempo
|
A+ / A-

Incêndios

Fogo em Aljezur com três frentes ativas e a progredir com “grande intensidade”

19 jun, 2020 - 20:05

Fogo já obrigou ao corte do trânsito nas Estradas Nacionais 268, entre Bordeira (Aljezur) e Vila do Bispo, e na 125, na zona de Burgau, no concelho de Vila do Bispo.

A+ / A-

O incêndio florestal que deflagrou esta sexta-feira em Aljezur está “com três frentes ativas”, a progredir com “grande intensidade” e já levou à retirada de várias dezenas de pessoas para uma aldeia segura, disse fonte da Proteção Civil.

O fogo já obrigou também ao corte do trânsito nas Estradas Nacionais 268, entre Bordeira (Aljezur) e Vila do Bispo, e na 125, na zona de Burgau, no concelho de Vila do Bispo, ao qual o fogo já alastrou, disse fonte do Comando Distrital de Operações de Socorro (CDOS) de Faro.

A fonte do CDOS revelou também que “já foram retiradas da zona 30 a 40 pessoas, que foram deslocadas para a aldeia da Pedralva, em Vila do Bispo, e que o “combate ao incêndio está a ser dificultado pelo intenso vento”, que tem estado na origem “de projeções a grande distância” que dificultam o combate no terreno, composto por mato denso.

“Estão neste momento a combater o incêndio 234 operacionais, com 68 veículos e 11 meios aéreos, nove de combate e dois de coordenação, e duas máquinas de rasto”, contabilizou a fonte do CDOS, referindo que os meios aéreos “vão manter-se no teatro de operações até ao pôr do sol”.

A mesma fonte disse ainda que “já foram acionados meios de outros distritos”, sem precisar quais.

Entretanto, pelas 19h30, a página de internet da Autoridade Nacional de Emergência e Proteção Civil dava conta de 323 operacionais no terreno, apoiados por 96 veículos e 11 meios aéreos.

Tópicos
Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.

Destaques V+