Tempo
|
Tudo o que precisa de saber sobre o Mundial 2022 Últimas Notícias Mundial 2022
Tudo o que precisa de saber sobre o Mundial 2022 Últimas Notícias Mundial 2022
Tudo o que precisa de saber sobre o Mundial 2022 Últimas Notícias Mundial 2022
A+ / A-

Football Leaks

Ministério Público perde recurso. Rui Pinto vai a julgamento por 90 crimes

02 jun, 2020 - 20:55 • Redação

MP pretendia que Rui Pinto fosse julgado por 147 crimes, mas Tribunal da Relação de Lisboa recusou o recurso.

A+ / A-

O Tribunal da Relação de Lisboa recusou o recurso do Ministério Público, que pretendia que Rui Pinto fosse julgado por 147 crimes. O "hacker" e um dos responsáveis pelo Football Leaks vai ser julgado por 90 delitos.

De acordo com o despacho que o jornal Público teve acesso, os juízes do Tribunal da Relação de Lisboa negaram o provimento ao recurso do Ministério Público, sendo que se confirma a reduzção de crimes que tinha sido decidido pela juíza de instrução Cláudia Pina.

Pina tinha deixado cair a acusação de 57 crime de violação de correspondência cujas vítimas não apresentaram queixa.

A decisão do Tribunal da Relação de Lisboa surge depois de ter aceite o pedido de escusa do juiz Paulo Registo, que pediu escusa por terem surgido noitícias de fotografias e publicações a dar conta da sua ligação afetiva ao Benfica.

A juíza Margarida Alves vai presidir o julgamento, que irá decorrer no Tribunal Central Criminal de Lisboa, no Campus da Justiça, sendo que o coletivo de juízes é composto ainda pelas juízas Ana Paula Conceição e Helena Leitão.

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.

Destaques V+